Sobre Guignard e Celso Matoso

Visite nossa página no Google+


     Sobre Guignard, célebre pintor que nasceu em Nova Friburgo e morou um tempo em Belo Horizonte, contou-me uma história o meu amigo Celso Matoso, pintor impressionista. Disse-me que quando era criança estudou pintura na Escola de Guignard. O velho pintor morava em cômodos apertados e não tinha onde colocar sua produção de quadros. Vendia muito pouco. Na época, ele não era reconhecido. Mas já havia trabalhado com grandes nomes como Carlos Scliar. Então, para ganhar espaço no local onde morava, oferecia suas pinturas gratuitamente aos alunos. Na verdade, Guignard vivia mudando de residência porque não tinha dinheiro para pagar o aluguel e o dono do imóvel pedia-lhe que desocupasse a casa. Um dia, ofereceu 10 pinturas ao meu amigo Celso Matoso. Este gastou um bom tempo levando as enormes pinturas feitas em placas de madeira para casa. Quando sua mãe chegou em casa e viu aquelas pinturas encostadas na parede da sala, ficou furiosa. Celso Matoso argumentou que seu professor de pintura lhe dera. Ela apenas disse-lhe que levasse tudo de volta para Guiguinard, pois não queria aquelas coisas em casa. No outro dia, Celso Matoso levou-as de volta para a escola de Guiguinard e contou-lhe o sucedido. Outros alunos do pintor passaram pela mesma situação. No início da década de 90, comentando aquele fato, Celso Matoso riu saudosamente do episódio e disse que se ainda tivesse uma só daquelas 10 pinturas que ganhara de Guguinard poderia vende-la e comprar uma cobertura luxuosa na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e ainda lhe sobraria muito dinheiro para viajar.

Leia também:
Uma história com Di Cavalcante

EPUBLICAR - Livros, EPUB, reportagens, Ciência
Página do Jornal O Dias no Google Plus Epublicar é uma livraria online que disponibiliza obras literárias de fundamental importância para a informação e a evolução do ser humano. Perfil do Epublicar no Google Plus