A Internet e o Plano Astral

Visite nossa página no Google+


epublicar
Por Marco Aurélio Dias - Numa passagem do livro Entre Os Monges do Tibet, o escritor Lobsang Rampa narrou que, em Chakpori, no alto do Himalaia, alguns monges se trancavam espontaneamente em cubículos (celas) existentes nos mosteiros. Eles tinham a intenção de alcançar a liberdade espiritual. Uma vez livres do corpo e projetados no plano astral, podiam visitar os museus, as bibliotecas e todos os locais importantes do mundo, principalmente da Europa. Era dessa forma também que completavam seus estudos e adquiriam mais informação intelectual sobre a cultura ocidental. Não é exatamente isto que a internet oferece? Todas as informações estão acessíveis no mundo virtual. O que fascina na internet é esse acesso amplo e fácil ao lazer, a documentos e informações, cujo acesso os monges do Tibete já buscavam através de viagem astral consciente. A vida virtual vai encontrar um paralelo cada vez maior na vida espiritual. Provavelmente os sonhos da vida espiritual - viagem astral, telepatia, desapego, etc - estão se realizando na vida virtual, com todas as as ferramentas disponíveis para relacionamentos à distância e sem contato físico. Comparo o ambiente virtual ao que sempre foi chamado de plano astral onde supostamente vivem as almas desencarnadas. Os amigos virtuais que se encontram nas salas de bate papo são como espíritos ou almas uns para os outros. O que funciona é a comunicação. Leia mais sobre A Internet e o Plano Astral

EPUBLICAR - Livros, EPUB, reportagens, Ciência
Página do Jornal O Dias no Google Plus Epublicar é uma livraria online que disponibiliza obras literárias de fundamental importância para a informação e a evolução do ser humano. Perfil do Epublicar no Google Plus